Recusei fazer amniocenteseQuando soube que estava grávida de gémeos tinha 38 anos.

A minha médica insistiu bastante para que fizesse a amniocentese. Era quase uma obrigação física e moral para com os bébés e para comigo mesma.

Sabendo os riscos de a realizar, principalmente para eles, não fui capaz e deixei nas mãos de Deus. Quem era eu para decidir acabar com duas vidas com cerca de 4 meses (altura em que saberia a altura dos resultados)? E porque o faria? Por suspeitar de algumas diferenças?

Nem pensar! (A médica achou que eu era irresponsável).

O André e o Simão nasceram de parto normal, com 48 cm cada um e 2,950Kg e 3,050 Kg respectivamente.

Hoje, têm 7 anos e são dois rapazinhos do mais normal que há. Ou nem tanto, pois têm escoriações de andarem de bicicleta na rua, de jogarem à bola com os meninos vizinhos, de lutarem entre si e com os amigos. Têm um cão e energia para 24 horas. Não são crianças presas em apartamentos.

São crianças inteligentes e usam-na em todos os sentidos.

E eu sou um mãe completamente babada quando os deito às 21h30 e eles adormecem tranquilamente. Às 7h30 do dia seguinte tudo recomeça.

É o milagre da vida!

Cidália Gonçalves